Saúde mental de estudantes de arquitetura está comprometida, revela pesquisa


2 min de leitura
02 Nov
02Nov

Um estudo recente conduzido pelo Royal Institute of British Architects (RIBA) examinou como os estudantes de arquitetura foram afetados pela pandemia. Analisando 398 estudantes, a pesquisa descobriu que esses jovens estão sob significativa carga de estresse e preocupados com o futuro de suas carreiras. Os resultados destacam que 58% dos alunos estão com problemas de saúde mental e quase metade está preocupada com as perspectivas de emprego.

David Gloster, Diretor de Educação do RIBA afirmou que “os resultados da pesquisa compõem um retrato alarmante para os estudantes de arquitetura – e aqueles que ensinam [...] É particularmente preocupante ver o impacto que a pandemia teve na saúde mental e física dos alunos, e incentivamos aqueles que estão sentindo dificuldade a procurar ajuda. Neste momento desafiador, os alunos precisam do nosso apoio mais do que nunca."

Veja, a seguir, alguns dos principais dados levantados na pesquisa.

Estudantes estão sob estresse significativo

  • 58% dos entrevistados sentiram que sua saúde mental havia piorado por causa da crise de COVID-19;
  • 39% disseram que sua saúde física piorou;
  • 45% se sentem isolados;
  • 39% não mantêm contato com seus colegas.

Os cargos de trabalho foram impactados diretamente pela pandemia

  • 10% dos estudantes tinham uma oferta de emprego antes da pandemia, mas a oferta foi retirada;
  • 9% perderam o emprego durante a pandemia;
  • 5% não querem mais ser arquitetos.

Os estudantes estão preocupados com o futuro de suas carreiras

  • 48% temem não conseguir um emprego como arquiteto ao concluir seus estudos.

Aulas online não substituem aulas presenciais

  • 83% afirmaram que a aprendizagem online é adequada apenas para partes do currículo;
  • 81% desistiriam de se inscrever em um curso inteiramente online;
  • 58% consideram que esta é uma boa preparação para o futuro digital.

Trabalhar em casa não é para todos

  • 25% dizem que o local onde moram não é adequado para trabalhar;
  • 25% dizem que seu equipamento (computador e outras ferramentas) não é adequado para o trabalho que precisam fazer.

Dinheiro é uma preocupação

  • 41% não sentem que ganham o salário que precisam para sobreviver;
  • 41% estão preocupados com a situação financeira de suas famílias.


FONTE: Royal Institute of British Architects (RIBA)

 Contribua com a Office Connection e encaminhe seus projetos e artigos com fotos para nossa redação