Novo projeto do OMA em Shenzhen começa a ser construído


1 min de leitura

Os volumes mais baixos das principais torres responderão à escala urbana de seu entorno imediato, incluindo o Corredor da Rota da Seda, um importante parque público da região. Um edifício em forma de cubo paira sobre o embasamento, estabelecendo uma conexão visual entre o complexo do edifício e o Corredor da Rota da Seda. Os terraços resultantes da geometria em cascata funcionarão como extensões deste parque público. - OMA

O CMG Qianhai Global Trade Center, projetado pelo OMA, teve suas obras iniciadas em Shenzhen, China. O empreendimento de 360.000 metros quadrados de uso misto criará um ambiente de micro-urbanidade, borrando as convencionais fronteiras entre edifício e cidade.

Concebido como um ambiente urbano comprimido, desafiando as separações urbanas convencionais, o projeto “será ao mesmo tempo uma torre, um conjunto, um bairro e uma cidade”.

Localizado em Qianhai, um novo distrito comercial central em rápida expansão em Shenzhen, o empreendimento de uso misto tem inauguração prevista para 2024. Localizado no cruzamento de duas grandes avenidas, três linhas de metrô e um terminal de ônibus, o complexo incorpora a noção de desenvolvimento orientado para o transporte (DoT).

Alinhado à ambição urbana de Qianhai, a OMA projetou um edifício completamente integrado ao seu contexto urbano. Composto por "uma série de volumes delgados, organizados em cascata, formando duas torres principais" conectadas por uma passarela, o projeto se abre para a Baía de Qianhai, as Montanhas Nanshan e seus arredores imediatos.

Articulando todos os programas públicos e privados a partir de um percurso, a torre oferece uma plataforma cultural pública e um mirante. Além disso, "a flexibilidade da passarela elevada permite acomodar jardins, instalações de arte e eventos."

Fonte: Archdaily


Contribua com a Office Connection e encaminhe seus projetos e artigos com fotos para nossa redação - gustavo@ralestrategia.com.br