Slices of Time por Emmanuelle Moureaux Arquitetura + Design


5 min de leitura

Como parte da celebração do 10º aniversário, o National Art Center de Tóquio apresentou a Floresta dos Números, que usa 100 cores para simbolizar os próximos 10 anos.

Mergulhe nas cores do arco-íris. Aprecie as nuances, surpreenda-se com a mudança de tons e deixe-se levar pela imaginação. Uma das instalações mais envolventes do ano: "Slices of Time", é assinada por Emmanuelle Moureaux, uma arquiteta francesa, mas também uma artista e designer, que vive em Tóquio desde 1996.

A série "100 cores", é uma série de instalações iniciada em 2013, que forma o espaço a partir de 100 tons de cores. Emmanuelle Moureaux deseja transmitir emoções por meio das cores, como sentiu ao ver "cores" transbordantes em Tóquio, quando a visitou pela primeira vez em 1995. Ela também deseja dar oportunidades para que as pessoas vejam, toquem e sintam as cores com seus sentidos para se tornarem mais conscientes das cores que existem em torno deles.

Emmanuelle Moureaux criou um "laboratório" que explora o potencial da cor por meio do projeto "laboratório de 100 cores". Os alunos são convidados a criar uma "paleta" de 100 cores representativas de sua vida diária através do uso de copos, grãos de arroz, guarda-chuvas, relógios, CDs e até mesmo barras de chocolate e qualquer outro objeto ou material que seja funcional para a história pessoal própria e que através de cada cor comunica a experiência sensorial vivida.

Em "100 cores", as cores são exploradas de várias formas dependendo do ambiente, para maximizar a beleza das cores, entrando no corpo com um relance, desencadeia uma resposta física para se envolver com a sensação das cores.

A mais recente obra da artista e arquiteta Emmanuelle Moureaux, intitulada Color of Time, permite que os observadores percebam a passagem do tempo através das cores. A instalação faz parte de uma série chamada Art and Designencomendada pelo Museu de Arte e Design da cidade de Toyama, que conta também com obras de outros artistas que utilizam diferentes materiais, explorando seu potencial e características.

O papel é o material utilizado, milhares de pequenos recortes coloridos, cada um correspondendo a um número,  habilmente combinados para criar um caminho sensorial tridimensional imaginado. A artista, com a composição de camadas de números em 100 tonalidades de cores, quer realmente expressar o fluxo do tempo: cada camada reflete o presente, o passado e o futuro, em uma representação circular da terra "flutuando".

A cor é o "material", na verdade a matéria que constitui o espaço e que faz o tempo pulsar ao longo do caminho. Os detalhes medidos e a calma da ordem expressos na obra representam o refúgio perfeito do clamor político que vivemos”, diz arquiteta Emmanuelle Moureaux

O próprio visitante torna-se parte ativa desta composição que evolui e se transforma: cada visitante pode deixar sua marca e sua passagem, escolhendo uma data significativa de sua vida e a cor com que a "imprimirá" em um longo post-it circular em uma “linha do tempo” que criará um caleidoscópio de cores. Uma data que se torna o símbolo do tempo pessoal e que incentiva a contemplação, tornando a visita uma oportunidade única para reviver uma experiência do passado, fixá-la no presente e deixá-la aos futuros visitantes.

A calma da ordem expressa na obra de Emmanuelle Moureaux representam o alívio perfeito do clamor político que vivemos. Esta exposição dá a qualquer pessoa a oportunidade de apreciar cores e formas em toda a sua simplicidade e complexidade. Os dois elementos são combinados para surpreender e saturar, oferecendo um momento para pensar em uma data significativa. Um momento contemplativo para todos.

Emmanuelle Moureaux tem seduzido o público, de Paris a Tóquio, com suas instalações coloridas. A sua complexidade e estética encantadora preenchem o espaço com papel colorido cortado criando um mundo onde a essência de cada cor cuidadosamente considerada pode ser apreciada.  

Emmanuelle Moureaux é uma arquiteta e designer francesa, que reside em Tóquio, conhecida pela implementação de cores em seus projetos. Emmanuelle Moureaux se apaixonou por Shimura, uma cidade nos arredores de Tóquio, Japão, enquanto pesquisava sua tese e vive lá desde 1996. Ela fundou o escritório de arquitetura Emmanuelle Moureaux + Design em 2003


FONTE: Emmanuelle Moureaux + Design

Contribua com a Office Connection e encaminhe seus projetos e artigos com fotos para nossa redação - gustavo@ralestrategia.com.br e inscreva-se em nossa newsletter semanal.