Tour Saint-Gobain por Valode e Pistre


3 min de leitura

A construção de cerca de 49.000 metros quadrados em 44 andares e 165 metros de altura visa alcançar qualidade ambiental exemplar, com forte ênfase na integração urbana, desempenho energético e conforto do usuário. 

Hoje, projetar uma nova torre em La Défense envolve a solução de vários problemas de uma ampla variedade de campos: problemas funcionais (criando um local flexível e um edifício eficiente) - problemas técnicos e construtivos (um local complexo com muitas restrições) - a qualidade das condições de vida em um arranha-céu - questões urbanas (com a evolução de um distrito comercial para um modelo de vida mais urbano) e também questões simbólicas (a sede de uma grande empresa francesa). 

Não obstante todas essas preocupações, uma torre, mais do que qualquer outro edifício, é sobre pessoas e como elas as afetam. Espera-se que as emoções sejam sentidas à vista de um edifício assim, e o arquiteto deve se esforçar para provocar esses sentimentos e essa emoção. 

A arquitetura da torre mostra originalidade e pode ser comparada a um agrupamento de três cristais capturando e dispersando a luz com um jogo de reflexão e transparência. A silhueta dinâmica do edifício, através da montagem de três prismas oblíquos que, de maneira antropomórfica, se assemelha a uma cabeça, um corpo e a pé, permite interagir com as torres circundantes. A torre torna-se assim uma figura que vira a cabeça e inclina-se levemente como sinal de calorosa recepção. 

Além disso, a natureza é o centro das atenções: grandes estufas contribuem para a aura e o desempenho ambiental do edifício, enquanto os jardins de todos os andares podem ser acessados diretamente dos escritórios. 

Uma torre eficiente, funcional e flexível. A torre foi projetada como um recurso primordial para a empresa. Dividido em três partes distintas, inclui:
- um corpo principal onde todos os níveis são dedicados ao espaço do escritório.
- uma parte inferior que abriga serviços como áreas de acesso aberto, incluindo um showroom no nível da esplanada.
- andares mais altos, localizados no prisma envidraçado superior, ou seja, a cabeceira da torre, que abrange áreas de recepção, locais de reunião e o " espace plein ciel" , uma estupenda área de encontro com vistas panorâmicas. 

Um excelente ambiente de trabalho Os pisos dos escritórios beneficiam de vistas panorâmicas e desfrutam de forte iluminação natural. Os jardins podem ser acessados a partir dos espaços de escritórios; embora exteriores, essas áreas são protegidas pelo vento.

Uma torre ambiental e energeticamente eficiente.  A arquitetura da torre foi projetada com preocupações ambientais em mente. As soluções espaciais, arquitetônicas e técnicas contribuem de maneira geral para a eficiência da torre nesse sentido. 

Um projeto que transmite as qualidades da Saint-Gobain A holding Saint-Gobain agora é líder na distribuição de materiais e produtos de construção. O vidro, no entanto, continua a ser um emblema da atividade tradicional da Saint-Gobain e, graças à sua arquitetura cristalina, a torre enfatiza suas qualidades estéticas e suas propriedades de transmissão de luz, isolamento térmico e baixa emissividade. 

FONTE: Valode & Pistre 

Contribua com a Office Connection e encaminhe seus projetos e artigos com fotos para nossa redação - gustavo@ralestrategia.com.br