Aeroporto de Shenzhen


2 min de leitura
08 May
08May

Uma equipe de design multidisciplinar liderada pela empresa de arquitetura global Grimshaw foi selecionada como a vencedora de um concurso internacional para projetar o Centro de Transporte Integrado do Aeroporto de Shenzhen.

O design vencedor, que foi inspirado na árvore do mangue, proporcionará aos viajantes transferências sem esforço entre trens de alta velocidade e outros meios de transporte público de uma maneira ecológica e interativa.

Definido como um dos intercâmbios de transporte mais integrados atualmente construídos, o projeto proposto fornecerá conexões e facilidades de terminal para passageiros que viajam de e para o Aeroporto Internacional de Shenzhen Bao'an. 

Este intercâmbio específico transformará toda a área do terminal leste em um novo distrito comercial e cultural vibrante e voltado para as pessoas para a cidade. Já os passageiros a bordo dos transportes experimentarão formas arquitetônicas fluidas e espaços com iluminação natural nas áreas de embarque e desembarque, ao longo dos espaços de trevo.

A inspiração do projeto veio do Mangue, árvore preferida pela cidade de Shenzhen e considerada um dos mais eficazes absorvedores de carbono do planeta. As formas naturais e diversas do ecossistema da raiz da árvore foram traduzidas na jornada que os passageiros farão, tanto acima quanto abaixo do solo, junto com sua biodiversidade, que se tornou sinônimo da combinação de usos do hub. 


Com base no brief de design da competição e em sua fonte de inspiração, a equipe desenvolveu um forte conjunto de princípios de design que proporcionam diversas experiências operacionais e ecológicas. O projeto deve alcançar as classificações LEED Platinum e Chinese 3 Star devido à solução altamente econômica do projeto que usa materiais e componentes de forma eficiente.

O briefing do concurso previa a criação de um centro de transporte integrado que atue como um novo portal urbano e um marco para a área da Grande Baía. Também era importante que o projeto proposto fosse seguro e ecológico, e utilizasse as tecnologias mais recentes para definir um novo padrão de referência para projetos semelhantes em todo o mundo. O vencedor foi anunciado após uma avaliação de um comitê de 13 planejamento urbano, design, arquitetura, aviação e ferrovias urbanas.

A equipe de design multidisciplinar foi liderada por Grimshaw e Mott MacDonald , e incluiu as contribuições do Instituto de Planejamento e Design de Aviação da China (AVIC CAPDI), Grupo de Design e Desenvolvimento de Construção Urbana de Pequim (BJUCD).