Jardim Botânico de Taiyuan por Delugan Meissl Associated Architects


1 min de leitura
13 Mar
13Mar

O novo Jardim Botânico em Taiyuan, na China, existem 3 cúpulas que variam de 43m a 88m de diâmetro e de 12m a 30m de altura. A maior das três cúpulas, é a mais longa grade de madeira de vão livre (não triangulada) do mundo.

Museu Bonsai
Outro destaque do Jardim Botânico é o Museu do Bonsai, projetado como uma tigela giratória integrada à topografia do parque, uma arena acolhedora para a exposição das plantas.

Restaurante Casa de chá
O restaurante foi projetado em semelhança aos templos tradicionais chineses, evocando as estruturas de madeira como premissa de design. Depois de alguns estudos tentando potenciar a estrutura em uma base contemporânea e razoável, uma grade deslocada feita de vigas de madeira empilhadas foi estabelecida como o condutor principal de um espaço muito atraente e atmosférico. Incorporada à paisagem, por um lado, a geometria do restaurante se destaca dela, estendendo-se até o lago.

Centro de Pesquisa
O Centro de Pesquisa abriga laboratórios, estúdios, escritórios, oficinas e salas de reuniões, salas de aula e também uma biblioteca. Para maximizar a sua função, o programa está dividido em edifícios separados, ligados por um caminho interior ao longo do piso térreo.

Coordenação: Yiju Ding
Engenharia estrutural: Bollinger + Grohmann Ingenieure
estrutural - estruturas de madeira: StructureCraft
Facade: Bollinger + Grohmann Ingenieure
HVACR / Elétrica: Cody Energy Design
Paisagismo: Valentien + Valentien